Quinta do Orgal

Quinta do Vallado
Quinta do Vallado
Quinta do Vallado
Quinta do Vallado
Quinta do Vallado
Quinta do Vallado
Quinta do Vallado
Quinta do Vallado

A região de Foz do Côa é abrangida por duas Zonas de Protecção Especial (ZPE) para as aves: a ZPE do Vale do Côa e a ZPE do Douro Internacional e Vale do Águeda. Perto da foz do Côa, o vale escarpado com grandes afloramentos rochosos é classificado como Important Bird Area, pela BirdLife International.

São símbolos da região: o abutre-do-egipto, a cegonha-preta, o grifo, o mocho-pequeno-d'orelhas, o chasco-preto, a gralha-de-bico-vermelho, o papa-figos.

Nesta região ainda se encontram algumas espécies criticamente ameaçadas de extinção tais como:

ABUTRE-NEGRO (CR) - Aegypius monachus
MILHAFRE-REAL (CR ) - Milvus milvus
TARTARANHÃO-AZULADO (CR | VU) - Circus yaneus
CHASCO-PRETO (CR) - Oenanthe leucura

A Fauna de mamíferos é tambem abundante, alguns dos quais também em risco de extinção, tais como:

LOBO-IBÉRICO (EN) - Canis lupus
RATO DE CABRERA (VU) - Microtus cabrerae
TOUPEIRA-DE-ÁGUA (VU) - Galemys pyrenaicus
MORCEGO-DE-PELUCHE (VU) - Miniopterus schreibersi
MORCEGO-RATO-PEQUENO (CR) - Myotis blythii
MORCEGO-RATO-GRANDE (VU) - Myotis myotis
MORCEGO-DE-FRANJA (VU) - Myotis nattereri

Também no rio a vida é abundante, podendo-se encontrar mais de 40 espécies, entre anfíbios e peixes, alguns dos quais também ameaçados, tais como:

LAMPREIA-DE-RIACHO (CR) - Lampetra planeri
ENGUIA-EUROPEIA (EN) - Anguilla anguilla
BORDALO (VU) - Rutilus alburnoides
VERDEMÃ DO NORTE (EN) - Cobitis calderoni