Quinta do Orgal

Quinta do Vallado
Quinta do Vallado
Quinta do Vallado
Quinta do Vallado
Embora seja a sub-região do Douro com menor densidade de plantação de vinha, principalmente devido aos tradicionais difíceis acessos (que hoje se tornaram fáceis), e à escassez de mão-de-obra, é hoje em dia considerado um dos terroirs com mais potencial no Douro.

Reconhecendo este potencial, a Quinta do Vallado decidiu alargar a área de vinhas próprias, tendo escolhido o Douro Superior para o fazer. Foi adquirida a Quinta do Orgal, em Castelo Melhor - Vila Nova de Foz Côa, onde em 2009 se iniciou a plantação de vinhas.

Desde então, foram já plantados 30 ha de vinha, sempre em encostas viradas a Norte, com altitudes entre os 127 e 330 metros, em solos predominantemente xistosos. Foram plantadas as castas tintas Touriga Nacional (69,5 %), Touriga Franca (27,1%) e Sousão (3,4%).

Numa área em que a natureza é rainha, e se encontra ainda em estado de preservação pouco habitual, é nossa preocupação que este projecto não afecte minimamente o equilíbrio existente. Nesse sentido, não são usados nas vinhas quaisquer produtos químicos, para tratar doenças, ou eliminar pragas.

A certificação oficial de produção em modo biológico foi concedida em 20 de Fevereiro 2015, e é válida desde 20 de Fevereiro 2012. Em Maio de 2015 foi lançado o primeiro vinho feito exclusivamente a partir das vinhas orgâncias da Quinta do Orgal - Vallado Douro Superior.