vinhas velhas

Um dos principais patrimónios que a Quinta do Vallado herdou das gerações passadas são as vinhas velhas. Estas vinhas têm um enorme potencial para produzir vinhos fora de série.

São cerca de 10 ha, as mais antigas plantadas em 1929.

Castas - Field blend

Conforme era então prática habitual, eram misturadas na mesma parcela um elevado número de diferentes castas. A esta ‘mistura’ chama-se hoje “field blend”.

Para se saber quais as castas existentes em cada parcela, e para se conseguir preservar este património, foi feito um trabalho de identificação individual de cada videira.

Produção

As videiras têm uma tendência para reduzir, com a idade, a quantidade de uvas produzidas.

A média de produção nas vinhas velhas da Quinta do Vallado é cerca de 500 gramas por planta. Comparativamente, uma planta de uma vinha madura com cerca de 20 anos produz cerca de 1,5kg por planta.

Apesar da baixa produção, estas vinhas têm uma grande capacidade de resistência ao calor e à seca, pois as suas raízes atingem zonas do subsolo onde subsiste alguma humidade.

parcelas

Entre as vinhas velhas da Quinta do Vallado destacam-se a seguintes parcelas:

Vinha da coroa

Área: 2,35ha
Ano de plantação: 1958
Exposição solar: Noroeste
Número de castas: 27
Destino: Vallado Vinha da Coroa

Ver Castas >
Vinha da granja

Área: 1,35ha
Ano de plantação: 1929
Exposição solar: Sudoeste
Número de castas: 34
Destino: Vallado Vinha da Granja

Ver Castas >
Devezas

Área: 6,08ha
Ano de plantação: 1929
Exposição solar: Oeste
Número de castas: 34
Destino: Vallado Reserva Field Blend

Ver Castas >

agricultura biológica

Em 2014 a Quinta do Vallado decidiu iniciar a reconversão das suas vinhas velhas para uma produção assente em princípios biológicas.

Nesse sentido, procurando respeitar o equilíbrio ambiental, tem vindo a ser paulatinamente eliminada a utilização de herbicidas, pesticidas e outros agentes de poluição, procurando o caminho para uma agricultura mais sustentável.

Até ao momento foram convertidos para agricultura biológica cerca de 2/3 das vinha velhas da Quinta do Vallado.

Vinhos

As vinhas velhas dão origem aos melhores vinhos produzidos na Quinta do Vallado.

Devido à grande quantidade de castas diferentes nestas vinhas o vinho produzido com essas uvas apresenta uma grande complexidade aromática e de sabores.

Adicionalmente, uma vez que a produção por planta é bastante reduzida, as poucas uvas produzidas apresentam uma grande intensidade de sabores e concentração.

Manutenção das vinhas velhas

Infelizmente uma videira não dura para sempre. Com alguma regularidade é necessário efectuar uma reposição das plantas mortas. A fim de preservar a composição das vinhas - e, portanto, o “field blend” que dá o caráter dos vinhos que produzem, cada planta que morra é substituída por outra da mesma casta.

Estas vinhas eram tradicionalmente plantadas com um espaçamento entre os bardos de cerca de 1,1m. Actualmente o normal é utilizar um espaçamento de 3,3m. O pouco espaço entre os bardos impossibilita a mecanização na manutenção da vinha, sendo necessário recorrer a muito trabalho manual e técnicas tradicionais.

Assim, a densidade de plantação nas vinha velhas é bastante superior ao que se pratica hoje. Nas vinhas velhas existem cerca de 7.000 plantas/ha enquanto que numa vinha plantada recentemente é habitual plantar cerca de 3.000 plantas/ha.

Please note, your browser is out of date.
For a good browsing experience we recommend using the latest version of Chrome, Firefox, Safari, Opera or Internet Explorer.